Está desconfiado de que esteja sofrendo de impotência sexual? Quer saber o que pode causar e como tratar? Então, confira com a gente.

A impotência sexual é a incapacidade e dificuldade em ter, ou manter, uma ereção, permitindo concretizar o ato sexual.

Se essa incapacidade acontecer de vez em quando, em situações específicas, não precisa se preocupar, mas se esta dificuldade acontece em, pelo menos, 50% das tentativas para ter o ato sexual, então, nesse caso, já é preciso ligar o sinal de alerta.

A boa notícia é que a medicina está bastante adiantada, existindo tratamentos para os mais diversos casos, pode ser através de medicamentos, terapias ou, em casos mais graves, cirurgias.

Embora, na sua grande maioria a impotência sexual afete homens na faixa de 50 aos 80 anos, ela também pode afetar os mais jovens. Portanto, a dica é, assim que perceber que o problema passou a ser recorrente, procurar logo a ajuda de um profissional competente.

Acredite, a impotência sexual, quando não tratada, não só prejudica a saúde sexual e íntima do homem, como também pode resultar em sérios problemas psicológicos, como a baixo autoestima e depressão.

Principais Causas da impotência sexual

Algumas das principais causas que levam a impotência sexual são:

  • Alcoolismo;
  • Doenças crônicas, como diabetes ou insuficiência renal;
  • Obesidade;
  • Problemas psicológicos como trauma, depressão, insegurança, insatisfação ou diminuição da libido;
  • Tabagismo, que reduz o fluxo de sangue no órgão sexual, dificultando ou impedindo a ereção;
  • Uso de drogas;
  • Uso excessivo de alguns medicamentos do tipo anti-hipertensivos, antidepressivos e antipsicóticos.

Principais sintomas da impotência sexual

Dentre os principais sintomas da impotência sexual podemos citar os seguintes:

  • Alterações ou deformação no órgão genital;
  • Dificuldade de fazer sexo em algumas posições sexuais;
  • Dificuldade para conseguir ou manter uma ereção;
  • Diminuição do número de ereções espontâneas ao acordar;
  • Diminuição dos pelos no corpo;
  • Ejaculação mais rápida que o habitual;
  • Ereção menos rígida;
  • Maior esforço e concentração para manter a ereção;
  • Mais tempo para atingir a ereção;
  • Redução do tamanho do órgão sexual.

Diagnóstico da impotência sexual

O diagnóstico da impotência sexual pelo médico é feito após um registro de todas as dificuldades durante o ato sexual.

Após serem descartadas outras possíveis causas, desde depressão ou drogas, também é realizado um exame físico em busca de deformidades no órgão genital, doenças cardiovasculares, doenças na próstata, e etc…

Em alguns casos, o médico pode vir a pedir alguns exames de laboratório para avaliar os níveis dos lipídios, açúcares e do hormônio testosterona no organismo, que dependendo do caso, também podem ajudar a identificar o problema.

Tratamento da impotência sexual

Felizmente, os tempos são outros e hoje já podemos dizer que a impotência sexual pode ser tratada, e de diferentes formas, já que o tratamento vai depender da causa.

Os tratamentos mais usados são:

Remédios que ajudam na ereção, como Sildenafil (Viagra), Tadalafil (Cialis) ou Vardenafil (Levitra), Apomorfina, Blemelanotida ou Alprostadil.

Muitos homens no entanto tem medo dos efeitos colaterais destes medicamentos e preferem utilizar o estimulante casanova, um gel peniano 100% feito com ingredientes naturais, e portanto sem contra indicações.

Terapia de reposição hormonal (em cápsulas, adesivos ou injeções), para aumentar os níveis de testosterona;

Uso de aparelhos de vácuo, geralmente aconselhados para homens que não podem se submeter a tratamento com remédios;

Cirurgia para implantação de próteses penianas, usadas como último recurso, quando os demais tratamentos não tiveram sucesso.

Terapia, aconselhamento, para tratar possíveis medos e inseguranças que possas estar causando, ou agravando, o problema, ou mesmo para tratar casos de depressão.

Então, como é possível ver, muitas são as opções de tratamentos, o que não pode acontecer é a pessoa fechar os olhos para o problema e perder a qualidade de vida.