Temida por todos os homens, a impotência sexual, ou disfunção erétil, é a incapacidade do homem em manter uma ereção satisfatória para o ato sexual, cujo problema afeta metade do público masculino, ao menos, uma vez na vida.

Apesar de ser um problema muito comum, no entanto, é raro o homem que admite já ter passado pelo problema.

O fato é que falhar não é nenhum fim do mundo, até porque, é preciso saber que ter dificuldades eventuais de ereção não significa ser impotente sexual, e se for, não é preciso se desesperar, pois atualmente já existem diferentes tratamentos, para todos os graus de impotência, Sildenax é uma ótima opção de tratamento natural.

Como Diagnosticar impotência sexual?

Primeiramente, vale saber que só pode ser considerada impotência sexual quando o homem não consegue manter a ereção de forma recorrente, em cerca de 75% das tentativas de ter uma relação.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) nada menos que 30% dos homens do mundo inteiro sofrem de impotência sexual em algum nível.

Apesar de todo o tabu existente por aqui, calcula-se que, no Brasil, mais de 25 milhões de homens com mais de 18 anos tenham algum grau de impotência.

Os dados são ainda mais alarmantes quando se sabe que de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, surgem mais de um milhão de novos casos a cada ano.

Causas da impotência

A impotência sexual é mais comum a partir dos 40 anos, embora os jovens também possam apresentar o problema.

Muitas podem ser as causas do problema, desde físicas (diabetes, arteriosclerose, pressão alta, cirurgias, doenças nervosas, desequilíbrios hormonais, excesso de álcool) e psicológicas (ansiedade, stress, depressão).

Autoestima

Infelizmente, por vergonha, já que o assunto ainda é um tabu entre os homens, muitos homens ainda relutam em procurar ajuda profissional, geralmente, só buscam ajuda após quatro anos do início do problema.

O fato é que mesmo aqueles casos mais brandos já conseguem causar insegurança, abalando a confiança e a autoestima, e os casos mais graves fazem um estrago ainda maior na qualidade de vida dos homens, muitas vezes levando à depressão.

Por isso, para evitar que venha a sofre de depressão, não deixe de procurar ajuda médica assim que perceber os primeiros sintomas.

Como funciona a ereção

O funcionamento da ereção não tem mistério, só é preciso que o  homem receba algum estímulo para que o pênis fique imediatamente ereto. Muitas vezes, até, a ereção acontece de forma involuntária, como as ereções noturnas durante o sono ou as matinais, assim que o homem acorda.

Pois bem, o fato é que, apesar de ser simples, para o perfeito funcionamento da ereção, é necessário que haja uma sequência de ações dos sistemas vascular, nervoso e hormonal, com o corpo cavernoso se enchendo de sangue e promovendo a ereção, e quando esse sangue retorna para a circulação geral, o órgão sexual volta a ficar flácido.

Então, quando há qualquer desarmonia no mecanismo de funcionamento, ocorre a impotência sexual.

É preciso ter em mente que sexo é vida, interferindo diretamente nas relações e  na qualidade de vida, sendo uma das principais causas de depressão.

Por isso, é fundamental ficar atento para qualquer problema de ereção, lembrando que quanto antes procurar ajuda, mais chances terá de recuperar a autoestima e sua vida sexual.