Não só a celulite costuma tirar o sono de muitas mulheres, as estrias também são responsáveis por problemas como baixa autoestima e insegurança, que acabam interferindo em sua qualidade de vida.

O fato é que essas marquinhas, que surgem como resultado da ruptura das fibras de colágeno e elastina, possuem diferentes aspectos e tonalidades, podendo ir de cicatrizes mais sutis, até aquelas mais perceptíveis, o que vai depender do tempo de vida delas na pele.

Nesse sentido, as mais recentes, portanto as mais fáceis de tratar, são as estrias vermelhas, que podem ser removidas mais rapidamente com a ajuda de alguns procedimentos.

Dentre as possibilidades de tratamentos das estrias vermelhas, podemos destacar quatro, que prometem acabar com essas cicatrizes na pele de vez! Os tratamentos são:

1) Hidratação

Podemos afirmar, sem medo de errar, que qualquer tratamento passa por uma boa hidratação, e com as estrias não é diferente. Assim, não dá para subestimar esse cuidado simples, mas super eficaz para tratar a pele: a hidratação. Essa hidratação pode ser feita com o uso de cremes como o Famoso Creme para Estrias Silk Skin ou loções com ativos ácidos – como o retinóico ou glicólico – que ajudam a remover as marcas. Mas, atenção, é fundamental que o uso desses ingredientes seja feito com o acompanhamento de um médico dermatologista.

2) Laser

Muito populares, os tratamentos de laser ou luz intensa pulsada agem na camada superficial da pele, ajudando a remover as estrias vermelhas na pele, clareando as cicatrizes. Mas, na hora de optar por esse tipo de tratamento, é fundamental que esse procedimento seja feito com um dermatologista. Dependendo do caso, ele pode associá-lo com o uso de outras terapias, como o peeling, por exemplo.

3) Microagulhamento

Outro procedimento muito indicado para tratar estrias é o microagulhamento, também chamado de Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas (IPCA). Esse procedimento é feito através de uma técnica que por meio de pequenas agulhas, ou mesmo, canetas, que perfuram as camadas da pele, justamente, para estimular o colágeno e, dessa forma, tratar uma série de problemas, como rugas, manchas, cicatrizes e estrias.

4) Peeling

Outro procedimento, muito popular, e que costuma apresentar ótimos resultados e ajudam a clarear essas estrias é o peeling, que pode ser físico ou químico, dependendo dos ativos utilizados no procedimento, e da sua concentração. O tratamento promete renovar e esfoliar a pele, tornando as cicatrizes menos visíveis.

Esses tratamentos, conforme dito acima, são voltados para o tratamento das estrias vermelhas, que são as mais recentes e fáceis de tratar. Para tratar estrias mais antigas e complexas de tratar, como as brancas, são usadas outras técnicas, geralmente associando duas ou mais, tais como: Laser fracionado + subcisão; Radiofrequência; Laser fracionado; Peeling de cobre + Intradermoterapia; Carboxiterapia, entre outras possibilidades.

E é isso, no mais, a recomendação é beber muita água, hidratando de dentro para fora, apostar em uma boa alimentação, praticar exercícios físicos e procurar se manter com o peso estável.