Está precisando correr atrás do prejuízo e emagrecer alguns quilinhos? Quer emagrecer, mas sem comprometer a saúde? Então, continue lendo esse artigo.

Emagrecer é matemática: é preciso se gastar mais do que se consome.

Mas, o grande segredo nem é tanto o emagrecer em si, mas o manter o novo peso e não voltar a engordar, que para que isso aconteça, é preciso mudar hábitos alimentares e de vida.

Assim, para emagrecer de com saúde, só é preciso investir em novos hábitos, como regular a alimentação e iniciar ou intensificar a prática de exercícios físicos.

Entretanto, alguns hábitos e alimentos podem ajudar a acelerar esse processo de emagrecimento, quer saber quais? Confira abaixo. :

Alimentos que queimam gordura: acredite, alguns alimentos estimulam a queima de gordura, tais como:  farinha de amora, chá de lichia, chá de hibisco e a banana, que também ajuda na sensação de saciedade.

Alimentos que desincham: muitas vezes parte do excesso de peso vem do inchaço. Por isso, procure consumir (com moderação) alimentos ricos em ômega 3, como peixes, linhaça e castanhas.

Alimentos que promovem a saciedade: alimentos como frutas, aveia, chia e grão de bico, possuem muitas fibras que aumentam a sensação de saciedade, assim, você vai demorar mais tempo para sentir fome, além de não acabar comendo compulsivamente.

Alimentos que aceleram o metabolismo: também chamados de  termogênicos como café, gengibre, canela e pimentas, esses alimentos aceleram o metabolismo, promovendo maior queima de gorduras em menos tempo.

Lanchinhos inteligentes: para não ter fome e, com isso, acessos de gula e compulsão, vale investir em dois ou três lanchinhos durante o dia, nos intervalos entre as refeições principais. Mas, claro, opte por frutas ou iogurtes, alimentos menos calóricos.

Refeições equilibradas e variadas: é fundamental não excluir nenhum grupo alimentar das refeições, é necessário comer de tudo, pois todos os nutrientes são importantes para o organismo humano. Coma frutas, verduras, cereais, leguminosas, diversos tipos de carnes e leite e derivados.

Fuja de dietas restritivas: elas podem até funcionar no começo, mas tendem a gerar compulsão alimentar com o decorrer do tempo, o melhor é optar por emagrecedores como o Sibulmax ou outros suplementos que ajudam você a ficar saciada com menos comida.

Chás: alguns chás que ajudam a emagrecer porque estimulam a queima de calorias dentro do organismo, tais como chá de canela, chá verde e chá preto.

Pratique exercícios regularmente: a alimentação é muito importante no processo de emagrecimento, mas é preciso lembrar dos exercícios físicos. Para perder peso, aposte em exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida e bicicleta.

Dietas da moda: fique longe das chamadas dietas da moda, que prometem o emagrecimento rápido, mas têm um custo, muitas vezes, a perda de músculos e até da saúde.

Sal e açúcar: é preciso diminuir o consumo de sal e de açúcar não só pela questão do emagrecimento, mas também pela saúde, já que em excesso, o sal pode provocar várias doenças, como hipertensão.

No caso do açúcar, o consumo exagerado pode causar doenças graves, como o diabetes, sem falar que ele se transforma em acúmulo de gordura.

Gorduras trans: fique bem longe delas, que fazem muito mal à saúde.

Gordura saturada:  reduza o consumo de gorduras saturadas, consumindo com moderação alimentos como carne vermelha, queijos e manteiga.

Água: é fundamental lembrar de ingerir, pelo menos, dois litros de água por dia.